APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

[email protected]

Agência de Jornalismo das periferias
Democratize-se!

O que é um relacionamento abusivo e como identificar?

Psicóloga aborda sinais que podem ajudar e os caminhos para buscar apoio

Image

Por: Gabriela Carvalho

Notícia

Publicado em 31.01.2023 | 17:54 | Alterado em 31.01.2023 | 17:54

Tempo de leitura: 1 min(s)

Dentro dos relacionamentos, o abuso e a relação de poder vem sendo cada vez mais debatida. Na última semana, o tema teve um grande alcance devido ao Big Brother Brasil 2023, programa no qual o casal composto por Bruna Griphao e Gabriel Fop foi criticado pelos abusos verbais cometidos pelo rapaz.

O caso mostra a importância de se discutir sobre as violências dentro de relacionamentos, que não são, necessariamente, apenas físicas. A psicóloga Paula Spínola, que já atuou no SUS (Sistema Único de Saúde) com grupos de mulheres, explica porque as agressões verbais também sinalizam uma relação abusiva.

Além disso, ela aponta que as mulheres que vivem nas periferias estão mais vulneráveis à dependência financeira, emocional e, consequentemente, a relações tóxicas. 

SINAIS DE ALERTA

1

Ciúme exacerbado

Segundo a psicóloga Spínola, frases como “mulher minha não pode fazer tal coisa”, “mulher minha não pode se vestir assim” sinalizam um ciúme nada saudável. Ainda mais quando ocasiona situações de controle, em que o parceiro invade a privacidade, como olhar o celular da outra pessoa.

2

Abuso psicológico 

As agressões físicas são sinais evidentes, mas o abuso psicológico também constitui uma relação tóxica. “Não é comum que as pessoas se maltratem em uma relação. Mesmo que não haja agressão, manipulações, mentiras, ironias recorrentes, alteração de voz ou quebrar coisas são indícios de abuso psicológico”.

3

Autoritarismo 

Quando há uma relação de poder, em que um manda no outro, também é preciso prestar atenção.

4

Isolamento 

Spínola menciona que se afastar da família e amigos também é um sinal importante de que possivelmente a relação não esteja saudável e equilibrada.

Formas de pedir ajuda

Por meio do canal 180, é possível solicitar amparo pela Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos do Ministério da Mulher. Além disso, você pode realizar um boletim de ocorrência em delegacias e, a partir da denúncia, conseguir uma medida protetiva. 

Se você está vivendo uma relação abusiva, busque atendimento psicológico ou atendimento médico em caso de agressão física.

receba o melhor da mural no seu e-mail

Gabriela Carvalho

Jornalista, comunicadora visual, mestra em Mídia e Tecnologia e pós-graduada em Processos Didático-Pedagógico para EaD. É correspondente do Jardim Marília desde 2019. Também é cantora de chuveiro, adora audiovisual e é louca por viagens.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.