APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Rolê

Taça das Favelas: Rio de Janeiro segura SP, vence por 1 a 0 e conquista Favelão feminino

Equipe paulista dominou o jogo, mas cariocas garantiram a taça ao aproveitar única chance de gol

Image

Por: Wellington Nascimento

Notícia

Publicado em 19.11.2022 | 15:57 | Alterado em 29.11.2022 | 12:54

Tempo de leitura: 2 min(s)

Foi preciso apenas um chute durante todo o jogo para garantir o título. Com um gol da atacante Tuane, no segundo tempo, a seleção do Rio de Janeiro venceu São Paulo por 1 a 0 e se sagrou a primeira campeã do troféu feminino Marina Soares da Taça das Favelas Nacional, o Favelão. A final foi neste sábado (19), na Arena Barueri, na Grande São Paulo.

As donas da casa perderam várias chances de gol ao longo da partida. A principal delas veio logo no início do primeiro tempo, com a atacante Kero Kero, de Paraisópolis, que ficou cara a cara com a goleira Dayane e chutou para fora. Dayane foi um dos grandes personagens da partida e fez boas defesas para garantir o 0 do placar.

Na etapa final, o time paulista seguiu com o domínio da posse de bola, mas no único momento de desatenção, Tuane acertou um belo chute de fora da área. Após o gol da camisa 9, as jogadoras de São Paulo ainda tentaram, mas a seleção carioca soube segurar o resultado.

Decisão foi na Arena Barueri e teve vitória das cariocas @deeh_fotografia13

Os atletas que disputam o Favelão foram selecionados em peneiras realizadas em cada estado participante com quem jogou a Taça das Favelas deste ano. Em São Paulo, o Paraisópolis, pelo feminino, e o Jardim Ibirapuera, no masculino, times da zona sul, conquistaram os títulos e tiveram atletas inscritos para disputar o torneio nacional.

Com o vice-campeonato, São Paulo deixa o Favelão com a melhor campanha da fase de grupos e com a artilheira da competição, Suellen, de Paraisópolis, que fez 5 gols.

Já o título das cariocas premiou uma campanha invicta. Na fase de grupos, o time venceu as seleções de Goiás e Paraná, além do empate com a seleção do Piauí. Na semifinal, bateu o Brasília por 1 a 0.

O Rio de Janeiro tem tradição na Taça das Favelas, já que foi lá onde tudo começou, em 2012. Aqui em São Paulo, o torneio só passou a ser disputado em 2019.

receba o melhor da mural no seu e-mail

Wellington Nascimento

Formado em Jornalismo e pós-graduado em dar boas risadas. Apaixonado por esportes, ex-atleta em atividade e toca violão nas horas vagas. Sonha em viajar o Brasil e o mundo para encontrar e contar histórias. Correspondente da Cidade Ademar desde 2022.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.