APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Papo Reto No Zap

Vídeo em que atiradores gritam ‘aqui é PT’ teve áudio adulterado

Ataque não tem ligação política ou religiosa. No conteúdo original, os atiradores gritam “é a tropa”

Image

Por: Matheus Oliveira

Verificação

Publicado em 17.11.2022 | 18:49 | Alterado em 17.11.2022 | 18:49

Tempo de leitura: 2 min(s)
Esta verificação foi produzida em parceria com a Lupa e com apoio do WhatsApp WhatsApp_Logo_1

Circula pelos grupos de WhatsApp de Cidade Tiradentes um vídeo que mostra homens armados atirando contra uma igreja. No conteúdo, eles supostamente gritam “aqui é PT” e “quer igreja, vai pra lá com o Bolsonaro”.

O vídeo indica uma retaliação do apoio de igrejas evangélicas ao atual presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato derrotado nas eleições de 2022.

Confira a verificação:

Aqui é PT, meu. Aqui é PT.
Esquerda!!! Quer igreja? Vai lá pro Bolsonaro. Quer igreja? Vai lá ficar junto com Bolsonaro

– Reprodução do áudio exibido no vídeo

O conteúdo analisado pelo projeto Papo Reto no Zap é falso. O áudio foi adulterado para parecer que o ataque foi conduzido por apoiadores do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No vídeo original, os autores dos disparos não fazem nenhuma referência ao PT ou à “esquerda”.

O vídeo original mostra disparos ocorridos em 12 de novembro na Favelinha do Ibes, em Vila Velha, na Grande Vitória. Segundo reportagem do G1 Espírito Santo, que mostra trecho do vídeo, um homem de 23 anos foi baleado na mesma localidade no dia anterior.

O conteúdo completo foi publicado dois dias depois na página de Instagram Vila Velha News. Nele, é possível reparar que os atiradores gritam “é a tropa” e “desgraça, vai [ininteligível] no comando essa desgraça” enquanto atiram. Não há qualquer referência a política.

O material compartilhado traz a legenda ‘esquerdistas atiram na igreja’, mas o ataque não tem ligação política, partidária ou religiosa. No conteúdo original é possível ver que outros muros da comunidade tem desenhos religiosos. Não é possível afirmar, portanto, que o imóvel alvejado seja uma igreja.

A Polícia Militar do Espírito Santo afirmou ao G1 local que não foi chamada para interromper o tiroteio e que não há registros de mortos ou feridos por conta desses disparos.

Esse conteúdo também foi verificado por Aos Fatos.

receba o melhor da mural no seu e-mail

Matheus Oliveira

Bairrista até no nome, Matheus de Souza é jornalista. Com a intuição de que a comunicação vai além das palavras, busca a evolução ao som de muita música brasileira. Correspondente de São Mateus desde 2017.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.