APOIE A AGÊNCIA MURAL

Colabore com o nosso jornalismo independente feito pelas e para as periferias.

OU

MANDE UM PIX qrcode

Escaneie o qr code ou use a Chave pix:

30.200.721/0001-06

Agência de Jornalismo das periferias
Democratize-se!

Eleição em Ribeirão Pires: Guto Volpi é eleito prefeito

Filho do ex-prefeito Clóvis Volpi recebeu 39% dos votos em eleição fora de época na cidade do ABC paulista

Image

Por: Redação

Notícia

Publicado em 11.12.2022 | 19:38 | Alterado em 11.12.2022 | 19:57

Tempo de leitura: 2 min(s)

Em uma votação fora de época, o candidato Guto Volpi (PL) foi eleito prefeito neste domingo (11) na cidade de Ribeirão Pires, na Grande São Paulo. Filho do ex-prefeito Clóvis Volpi (PL), Guto já governava a cidade interinamente e teve a vitória confirmada com 38,54% dos votos – pouco mais de 20 mil eleitores o escolheram.

Guto ficou à frente de Gabriel Roncon (Cidadania), que recebeu 31,69% dos votos, e Amigão Dorto (PSB), com 26,73%. Carlos Sacomani (PMB) e Agnello (MDB) tiveram menos de 2% dos votos.

Localizada no ABC Paulista, Ribeirão Pires teve uma nova votação porque o prefeito eleito em 2020, Clóvis Volpi (PL), teve a candidatura julgada irregular pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O processo tramitava desde outubro do ano passado, e o TCE (Tribunal de Contas do Estado) reprovou as contas de 2012, pelo déficit orçamentário administrativo.

Contudo, em 2021, o filho de Clóvis foi eleito presidente da Câmara de Vereadores, o que manteve a gestão municipal sob o mesmo grupo político.

Entre os desafios da nova gestão está incentivar o turismo local e melhorar os serviços de saúde, apontam moradores do município ouvidos pela Agência Mural.

Ribeirão é considerada uma estância turística e possui mais de 113 mil habitantes. Porém, moradores, apontam falta de investimentos no turismo local.

Sobre a saúde, moradores indicam a necessidade de ir a cidades vizinhas para conseguir atendimento.

Antes da eleição, a assessoria de Guto afirmou que a prioridade será garantir cerca de R$ 150 milhões em investimentos e seguir com as obras em andamento, como o Hospital Santa Luzia, a UBS (Unidade Básica de Saúde) do Parque Aliança, a revitalização de dois mirantes e da Vila do Doce, além do programa de pavimentação “Asfalto Novo”, que contempla 80 ruas em 20 bairros.

Candidatura questionada

A votação foi acirrada entre os dois primeiros colocados em uma campanha marcada por uma polêmica em torno da candidatura de Gabriel Roncon.

Ex-vice-prefeito durante a gestão de Kiko Teixeira (PSDB), Roncon disputou a eleição pelo Cidadania. No entanto, a candidatura foi questionada por Kiko, que alegou que a convenção foi irregular. Hoje, PSDB e Cidadania fazem parte de uma federação e, em tese, os dois partidos precisariam aceitar a candidatura, o que não teria ocorrido.

O argumento foi aceito pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) que rejeitou a postulação de Roncon. O candidato recorreu à última instância, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Os votos dados a ele foram considerados nulos provisoriamente.

receba o melhor da mural no seu e-mail

Redação

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias tem como missão minimizar as lacunas de informação e contribuir para a desconstrução de estereótipos sobre as periferias da Grande São Paulo.

Republique

A Agência Mural de Jornalismo das Periferias, uma organização sem fins lucrativos, tem como missão reduzir as lacunas de informação sobre as periferias da Grande São Paulo. Portanto queremos que nossas reportagens alcancem outras e novas audiências.

Se você quer saber como republicar nosso conteúdo, seja ele texto, foto, arte, vídeo, áudio, no seu meio, escreva pra gente.

Envie uma mensagem para [email protected]

Reportar erro

Quer informar a nossa redação sobre algum erro nesta matéria? Preencha o formulário abaixo.

Nenhum campo encontrado.